As Cidades e a Bicicleta

A bicicleta oferece uma forma de transporte não-poluente, livre de congestionamentos e fisicamente ativa em um país, e em um mundo, que cada vez mais carece dessas opções. A elevada competição global dos fornecedores de combustível do mundo pôs fim a era do combustível barato que tornou possível a nossa dependência do automóvel. Nosso estilo de vida cada vez mais sedentário levanta o espectro de uma epidemia de obesidade que poderá encurtar a vida da próxima geração. E estamos superando nossa capacidade de manter e expandir nossa rede de estradas e pontes. À primeira vista, pode parecer estranho falar sobre a humilde bicicleta no mesmo fôlego como carros elétricos ou biocombustíveis ou pilhas de combustível movidas a hidrogênio que são apresentados como a solução final para a nossos problemas ambientais e de energia, apesar do fato de que o ciclismo possa realizar mais do que a maioria das pessoas pensam.

Claro, eu duvido que muitas pessoas pedalem para salvar o meio ambiente ou por outras razões abstratas, embora isso possa acrescentar uma motivação extra. É difícil imaginar pessoas pedalando se elas simplesmente não amam fazê-lo. Aqueles de nós que adoram pensar em desfrutar do ar livre, movendo-se a uma velocidade que afasta o tédio, mas que lhes dá tempo para examinar locais interessantes, e que coloca seu corpo trabalhando apenas duro o suficiente para liberar aquelas endorfinas que induzem ao prazer.
Muitas pessoas estão mudando para o ciclismo em busca de um estilo de vida diferente, mais livre. Elas são como pioneiros urbanos, partindo com um mínimo de provisões para explorar a fronteira, mesmo que essa fronteira seja uma paisagem da cidade da qual a maioria das pessoas está apenas vagamente consciente através de um pára-brisa de carro.

Leave a comment

Your Name
Your Email
(Optional)
Your Comment
No info required here, please press the button below.